quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Sobre valorizar o que vem daqui

"vulgar, escrota,desafinada,falida"
Desde pequeno, eu pelo menos fui criado vendo os desenhos da disney, da nick e lendo livros de coleções traduzidas, mais tarde comecei a assistir as sitcons ( vide Hannah Montana, Icarly...) e ouvir músicas internacionais, depois ainda vieram os filmes legendados e os seriados ( AHS, SPN, etc)

Ok João, que bacana, mas por quê você tá falando isso? Calma que eu vou explicar, se você é bem brasileiro e assim como eu ( e mais da metade da população) ama reality shows, deve ter visto o programa The Voice do dia 25/09/2014, e se assistiu até o final deve ter visto a performance de Claudia Leitte cantando "It Hurt So Bad". Se não viu, clica aqui pra assistir a apresentação ( já que a globo não disponibiliza os videos no youtube e esse aqui de baixo é só um trechinho).


Se você viu, me responde ( ou se vai ver me responde depois): AONDE FOI QUE ESSA MULHER CANTOU MAL GALERA? Vocês podem me responder por favor? Ou então me indiquem a parte em que ELA FALOU INGLÊS ERRADO, em que pronunciou as palavras de forma errada, ou conjugou algum verbo de forma que não faça parte da letra original da canção.

Antes de começar o assunto sério desse post, quero dizer que não sou fã da Claudia Leitte. Mas a questão é que sei valorizar coisa boa, e aprendi a deixar um pouco de lado os paradigmas que o pessoal costuma levantar, e também a deixar de lado vários preconceitos a respeito da cultura brasileira. Eu estou usando a Claudia Leitte aqui apenas pra poder demonstrar o que quero dizer.

Enfim voltando ao assunto;
Vocês não tem noção do quanto eu fiquei empolgado com essa apresentação, por que CARA, eu vi que uma artista brasileira é capaz de fazer o que as divas lá de fora fazem, e também fiquei impressionado com os vocais que eu não conhecia e nem sabia que a Claudia Leitte podia fazer. Pensei de cara: quero ver o que vão inventar pra falar amanhã dela. E fui deitar.

No outro dia, MEU DEUS. Fui nos posts das páginas que eu costumo acompanhar ( Portal Pop Line, etc) e no Twitter e o que eu vi nos comentários me deixou extremamente decepcionado. Eu vi pessoas criticando o talento alheio sem fundamentos nenhum, falando mal  da roupa, afirmando com todas as letras que ela foi desafinada a apresentação inteira, afirmando que a performance foi extremamente exagerada, criticando o inglês. GENTE, EU VI PESSOAS QUE NÃO CONSEGUEM PRONUNCIAR NOME DE AUTORA EM INGLÊS CRITICANDO O INGLÊS DA MULHER.

Vocês percebem o quanto isso é escroto? eu sei que cada um pode dar a sua opinião, é um direito seu, mas daí à xingar, mandar pro inferno, e afirmar coisas sem fundamento é demais. E o pior: sabem porque as pessoas estavam fazendo isso?  Porque é costume da massa. Ou vai dizer que você não viu, que a Claudia Leitte foi criticada ao cantar a música da copa com um dos maiores rappers do mundo e uma das maiores divas da música pop, ou então quando anunciou que sua carreira seria agenciada por um dos maiores empresários da indústria da música, ou ainda quando foi a única artista brasileira a se apresentar numa premiação gringa. Tá percebendo a incoerência?

Rachada horrorosa
Sabe galera, até começar esse blog eu tinha um preconceito enorme com grande parte da cultura brasileira, desde literatura até o cinema, e graças ao bom Deus o tempo mudou muito os meus pensamentos. Primeiramente aprendi a valorizar a literatura brasileira, depois o cinema, e agora estou descobrindo que música brasileira não "é só funk, arrocha, pagode ou axé" ( não que eu tenho algo contra, nas festam já sabem né hahahha), mas eu estou querendo dizer que aqui também tem coisa boa, e que é muito idiota essa mania de querer boicotar tudo o que vem daqui.

E agora, meu argumento polêmico: Se fosse uma artista de fora fazendo isso, todos esses que criticaram iam estar babando ovo até agora.

Ou quer dizer que performances de cantoras como Beyonce, Lady Gaga, Miley Cyrus e várias outras não são BEM mais exageradas e algumas vezes até vulgares, e ninguém fica apontando o dedo e ofendendo ou tentando diminuir o trabalho alheio?

Que tal ao invés de dizer " Ui, ela vai começar carreira internacional" não dizer "CARAMBA, ela vai começar carreira internacional", que tal ao invés de "Ui, "Hoje eu não quero voltar sozinho" no oscar?" não dizer " Caramba, a gente pode ganhar esse ano". Tão entendendo? parem de querer botar tudo o que a gente faz lá em baixo em função do que vem lá dos EUA, ou vocês esqueceram que um dia vocês também vão ser "mão de obra brasileira" e pode ser que por causa dessa desvalorização que vocês fazem hoje, podem ser desvalorizados no futuro? Além de tudo, são apenas os brasileiros que ficam criticando e apontando defeitos, enquanto os americanos, pelo menos, ficaram bem empolgados com a brasileira nas apresentações de We are One

Pelo amor, eu não estou dizendo que não temos que gostar de artistas internacionais, NÃO, vocês provavelmente sabem que sou fã da Miley desde meus oito anos, que sou Hunter e que não vivo sem American Horror Story, só estou falando que também temos que valorizar as coisas que são feitas aqui, que vem de nós.

Ah, e para aqueles que mesmo assim continuam xingando, um recadinho :



Espero que ninguém tenha se sentido ofendido com esse post, ainda vou fazer um post sobre meus artistas brasileiros favoritos, filmes, livros, etc...

Espero que isso tenha feito aquelas pessoas que criticam sem pensar, refletirem o quanto estão sendo estúpidas e ignorantes.

Um Abraço e até amanhã!

1 comentários:

  1. Também não sou fã dela, mas admito, ela mandou muuuuuuuito bem!

    ResponderExcluir

Deixe a sua opinião!
Não esqueça que ofensas, xingamentos e spam são proibidos e serão excluídos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Lá na Minha Estante © Todos os direitos reservados :: voltar para o topo